A INTERNET NA PREGAÇÃO DO EVANGELHO

Além das profecias do Mestre em Mateus 24, a revelação a Daniel (12.4)  apresenta um dos mais importantes e evidentes sinais que estamos muito próximo do princípio do fim, onde o Senhor afirma decisivamente, que muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.

Imagine o que tínhamos em matéria de ciência e tecnologia desde o começo até um a dois séculos atrás? Absolutamente nada, tudo era na foice e machado, entretanto nas últimas décadas a ciência disparou numa velocidade luz.

E graças à evolução tecnológica, hoje temos disponível a mais importante ferramenta de comunicação de todos os tempos, a internet, onde navegamos compartilhando conhecimento, e descobrindo coisas que até pouco tempo era impossível ao homem, porque a internet através de um simples toque, temos um mundo virtual na ponta dos dedos.

E não poderíamos desperdiçar esta rica oportunidade de usar esta poderosa ferramenta para anunciar o Evangelho, o arrependimento e a salvação através do sacrifício e do sangue do nosso Redentor, porque Ele mesmo exortou de forma imperativa: Ide por todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura.

Ratificado na íntegra em Romanos 10.13-15, onde diz: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo. Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas!

Irmãos apreciem a ordenança do próprio Senhor Deus, através do profeta Ezequiel 3.18-21: Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; não o avisando tu, não falando para avisar o ímpio acerca do seu caminho ímpio, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerás na sua maldade, mas o seu sangue da tua mão o requererei.

Mas, se avisares o ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu caminho ímpio, ele morrerá na sua maldade, mas tu livraste a tua alma.

Semelhantemente, quando o justo se desviar da sua justiça e fizer maldade, e eu puser diante dele um tropeço, ele morrerá; porque, não o avisando tu, no seu pecado morrerás, e suas justiças que praticara não virão em memória, mas o seu sangue da tua mão o requererei.

Mas, avisando tu o justo, para que o justo não peque, e ele não pecar, certamente viverá, porque foi avisado; e tu livraste a tua alma.

Essa ordenança do Senhor foi ratificada no Novo Testamento e citada por Paulo no livro de Atos 20.26, 27, vejamos: No dia de hoje, vos protesto que estou limpo do sangue de todos; porque nunca deixei de vos anunciar todo o conselho de Deus.

Quantas e quantas vezes nos deparamos com as mais terríveis situações nos noticiários, e ainda julgamos esses, e muitos dizem: bandido bom é bandido morto. Mas o conceito dos servos de Deus é outro: bandido bom é bandido convertido, lavado e remido pelo sangue do Cordeiro de Deus; como aquele homem que estava dependurado na cruz, ao lado ao lado do nosso Redentor, tendo arrependido foi perdoado e recebeu a oferta da salvação no ato da conversão.

E muitas vezes o homem está no crime, promiscuidade e corrupção por não conhecer as escrituras e nem o poder de Deus, e talvez, se tivéssemos levado a Palavra a esses, poderiam estar libertos dessas terríveis situações.

Por natureza nos compadecemos daqueles que passam fome e frio perambulando pelas ruas e dormindo embaixo de pontes e marquises, entretanto, onde está a nossa compaixão por aqueles que, ainda que não esteja no mundo do crime e nem flagelado, mas vivem no pecado como a idolatria, adultério, vaidade, avareza, iludidos com as coisas mundanas, longe dos propósitos de Deus para reconciliação.

E para encontrar esses não precisamos fazer missões no outro lado do mundo e nem ir as regiões extremas do Brasil, às vezes na nossa cidade, na nossa rua ou dentro das nossas casas existem muitos nessas situações e não temos coragem e nem disposição para lhes anunciar a salvação. Diante desse quadro caótico, concluímos que compadecemos por muitos que não conhecemos, entretanto, não apiedamos daqueles que estão junto de nós, propensos a não herdar a graça do nosso Redentor.

APELO AOS IRMÃOS

Amados, as ovelhas estão desamparadas, vagando sem pastor, e precisamos acolhê-las. A carência espiritual é grande, como também grande é, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara (Lucas 10.2).

Então fazemos um apelo aos nossos amados irmãos que compartilham conosco nas comunidades cristãs, que aproveitem bem o tempo e o espaço da mídia e não desperdicem esta rica oportunidade de anunciar a grandeza da graça de Cristo, nosso Redentor.

E, ao invés postar coisas inúteis e vãs que em nada edificam, tais como postagem de promoção pessoal, objetos de vaidade, piadinhas, convite para jogos, assuntos políticos, críticas e censuras que para nada se aproveitam, que nos ajudem a anunciar o Evangelho de Cristo, postando pelo menos um versículo, uma palavra que venha nos fortalecer espiritualmente para o crescimento na fé e na esperança de vencer barreiras que nos parecem intransponível.

Muitas vezes o irmão, a irmã está numa crise profunda, então sai em busca uma palavra de conforto neste mundo virtual e ao invés de encontrar algo que lhe fortaleça espiritualmente, acaba encontrando coisas inúteis e vãs sem utilidade alguma.

Quando acesso as páginas de comunicação virtual, passo mais tempo removendo e excluindo postagens inúteis, ao invés de apreciar mensagens que nos fortaleça espiritualmente e nos fazem crescer na fé e na esperança da vida eterna, porque não as encontro.

Muitos usam este precioso espaço para brincadeiras, outros para demonstrar amor aos animais, mas Cristo nos ensinou amar ao próximo, assim como Ele nos amou, ou seja, se necessário não hesitemos em oferecer até nossas próprias vidas por amor ao próximo.

E a Palavra recomenda a vós, a revistais do novo homem, que, segundo Deus, é criado em verdadeira justiça e santidade.

Que não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.

Mas tu permaneças naquilo que aprendeste desde a tua meninice, sabes as sagradas letras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.

E conjuro-te diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, que pregues a Palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda mansidão e doutrina.

Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si pastores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.

Sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério (II Timóteo 3.14 a 4.5).

E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o Dia da redenção (Efésios 4.24-30).

PARA SUA REFLEXÃO:

Disse Jesus: O que vos digo em trevas, dizei-o em luz; e o que escutais ao ouvido, pregai-o sobre os telhados (Mateus 10.27).

Louvai ao Senhor!

www.cristoeaverdade.net - 2020 - Web Designer by Anselmo Perroni
error: Conteúdo protegido, os artigos estão em revisão...Aguarde