Get Adobe Flash player

Bíblia Sagrada

Ao realizar uma consulta online no dicionário Aurélio, senti muita alegria ao me deparar com a palavra de abertura: PAZ. Uma pequena e simples palavra, mas de inestimável grandeza e valor para todos que a conhecem.

 A palavra PAZ: origina-se do latim PACE, e o seu significado é: Ausência de lutas, violências ou perturbações sociais; tranquilidade pública; concórdia, harmonia; ausência de conflitos entre pessoas; bom entendimento; reconciliação; tranquilidade de alma; sossego; pacificação.  Ser de boa índole. 

Logo me veio à mente: É isso! É exatamente isso que os habitantes da terra precisam. Se os homens e mulheres deste mundo conseguissem desfrutar, ao menos por um segundo, da verdadeira paz, saberiam que nada e ninguém, é capaz de proporcionar a quietude na alma do ser humano, a não ser Jesus Cristo, o Filho do Altíssimo.

Por ocasião da queda do homem pelo pecado no Éden, a abundante paz que havia entre este e o seu Criador foi perdida; a vida foi substituída pela morte, tal como já havia predito Deus à mulher e ao homem a quem amava, antes mesmo que esses viessem a cair da graça.

E uma vez separados de Deus, pois o Santo não habita com o profano; e estando também mortos em seus delitos e pecados, o que poderia ainda trazer esperança aos homens, senão a infinita misericórdia de Deus, que pela promessa da sua justiça, enviou ao mundo o Messias, não para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos (Marcos 10.45).

Cumpriu-se então a promessa registrada no livro do profeta Isaias, que diz: Um menino nos nasceu, um Filho se nos deu; e o principado está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz (Isaias 9.6). 

Este sim é plenamente capaz de oferecer ao homem a libertação, o consolo e a paz verdadeira. Porque todas as perversidades deste mundo acontecem por uma única razão: Os homens não conhecem a Deus e nem a Jesus Cristo seu filho. Em seus corações não há o temor do Senhor e amor ao próximo, simplesmente a paz de Deus que excede a todo entendimento inexiste.

Todos os que conhecem a Cristo, alimentam-se da Palavra que uma vez ele proferiu: Deixo-vos a paz, a Minha paz vos dou: Não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbeo vosso coração, nem se atemorize (João 14.27).

Jesus Cristo é o príncipe da PAZ, e se esta, nele se origina, é impossível que a mesma seja adquirida sem ele. Não se pode obter paz através do dinheiro, pois não está à venda nas prateleiras dos supermercados e shoppings, ainda que por obstinação, muitos a busquem nesses lugares.

Também não se obtém a paz através dos prazeres da carne, e nem recebendo glórias de homens, pois segundo as escrituras, toda honra e toda glória pertencem unicamente a Jesus Cristo, nosso Senhor.

      Para se desfrutar da paz de Cristo, o homem precisa nascer de novo; reconhecer o seu estado inicial e arrepender-se de seus pecados; ser lavado pelo sangue precioso de Jesus, que por todos os homens foi derramado naquela cruz, e assim, ser enxertado na oliveira, que é Cristo, e alimentar-se da seiva que dele vem.

Nos dias de hoje, é comum ouvirmos pessoas cumprimentando umas às outras dizendo: A paz do Senhor Jesus. No entanto, será que todos compreendem a grandeza e a profundidade dessa saudação?

    Vejamos o que Jesus ensinou: Na casa onde entrardes, dizei primeiro: Paz seja nesta casa. E, se ali houver algum filho de paz, repousará sobre ele a vossa paz; e, se não, a paz voltará para vós (Lucas 10.5-6).

Consideremos a diferença entre os filhos da luz e os filhos das trevas; o servo de Deus traz consigo a paz e a mesma repousa sobre aqueles que também são filhos de paz. Já sobre os filhos das trevas, esta paz não encontra repouso, mas volta para o seu lugar de origem.

Observemos que não são as circunstancia ao nosso redor que nos proporcionam a paz, mas é o estado de comunhão com Deus que nos permite desfrutar dela, e nada, além disso.

Paulo destacou: E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus (Filipenses 4.7).

Jesus também enfatizou: Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo (João 16.33).

Cristo tomou para si todas as nossas aflições, tribulações e angústias, senão não teria dito: Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei. Ele levou sobre si as nossas dores, cravou na cruz o pecado do mundo, e nos deu da sua paz, suscitando em nós a esperança, pela promessa de vida eterna.

            Ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a PAZ estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados. (Isaias 53.5).

Observem todos para isto! Cristo é a razão da nossa esperança, e por isso há PAZ em nós! Quando conseguimos compreender isto, podemos dizer tal como o salmista: Em paz também me deitarei e dormirei, porque só tu, Senhor, me fazes habitar em segurança (Salmos 4.8).

Não faltam promessas de paz nas escrituras, vejamos a sua Palavra:

    Mas os mansos herdarão a terra e se deleitarão na abundância de PAZ (Salmos 37.11).

    Muita Paz têm os que amam a tua lei, e para eles não há tropeço (Salmos 119.165).

    E o meu povo habitará em morada de paz, e em moradas bem seguras, e em lugares quietos de descanso(Isaías 32.18).

    Quanto aos ímpios dizem as escrituras: Não conhecem o caminho da PAZ, nem há justiça nos seus passos; fizeram para si veredas tortuosas; todo aquele que anda por elas não tem conhecimento da PAZ (Isaías 59.8).

    Amados irmãos, se outrora éramos inimigos de Deus, avaliemos esta verdade: Mas agora em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo, chegastes perto (Efésios 2.13).

E tendo conhecido e experimentado da paz verdadeira que vem de Deus, por intermédio de Jesus Cristo, vale aqui mais uma recomendação:

Segui a PAZ com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor (Hebreus 12.14).

Que o infinito amor de Deus, a Graça e a Paz de Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador, seja com todos os que amam a sua vinda.

 Louvai ao Senhor!

Adicionar comentário